Uma mentira de 10 milhões de reais

Uma mentira de 10 milhões de reais

Se não fosse trágico, seria cômico o anúncio do governo, através de seu ministro da Comunicações, Fábio Faria, de que pretende torrar 10 milhões de reais em outra campanha para justificar as suas mentiras sobre a privatização do Correios.

Enquanto os brasileiros amargam o desemprego, a fome, cresce a miséria e milhares de família não têm o que comer, o governo desperdiça dinheiro para espalhar mentiras sobre uma das maiores empresas brasileiras, com objetivo de garantir apoio para vender o Correios, ou praticamente fazer uma negociata com seus amigos.

Na primeira campanha, onde escorreu pelo ralo 5 milhões de reais, foram espalhados outdoors em diversas cidades, aeroportos, mídia em rádio, televisão e jornal tudo para tentar convencer os brasileiros de que vender uma empresa rentável e com mais de 350 anos é bom para o Brasil. Apesar do valor investido, os resultados só mostraram que a sociedade não cai tão facilmente nas mentiras do governo, já que mais de 56% da população acredita que a empresa não deve ser privatizada.

A realidade dos números também desmente o governo. Os resultados alcançados pelo Correios, quer do ponto de vista financeiro – lucro de 1,5 bilhão de reais em 2020 – quer em encomendas, mostram um quadro diferente do alardeado por Bolsonaro e pelos seus generais asseclas dentro da empresa.

Mais uma vez, o governo está fazendo o povo pagar a conta de sua irresponsabilidade e desprezo por empresas estratégicas para a retomada do desenvolvimento, dos empregos e da universalização dos serviços para todos os brasileiros. No caso do Correios, está fazendo o povo pagar pelo apagão postal.

Não por pouco, algumas entidades que reúnem trabalhadores de Correios, já estão atuando junto aos canais oficiais adequados, como o TCU (Tribunal de Contas da União), à PGR (Procuradoria-Geral da República) e à CGU (Controladoria Geral da União) questionando “a má utilização de recursos públicos” dos Correios. O objetivo é evitar que a empresa realize uma nova campanha publicitária a favor da privatização dos Correios. 

Assessoria de Comunicação

21/09/2021 13:54:54

Nara Soter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.