Semana decisiva para a categoria: todos as assembleias do dia 31!

Semana decisiva para a categoria: todos as assembleias do dia 31!

Na quarta-feira desta semana, dia 31, às 19h, serão realizadas assembleias em Porto Alegre e nas subsedes para avaliar a campanha salarial, a contraproposta apresentada na mediação do TST e, também, decidir sobre a greve marcada para iniciar dia 1º de setembro, por tempo indeterminado.

A Fentect já recebeu a notificação do TST para participar das negociações coletivas da campanha salarial através de Procedimento de Mediação e Conciliação Pré-processual (PMPP) do TST. O processo conta com uma proposta de conciliação feita pelo Ministro do TST, Ives Filho que, entre outros itens, traz:

1 – Reposição integral da inflação com repercussão nas demais parcelas de natureza salarial e econômica, inclusive benefícios;

2 – Pagamento da PLR de 2021 e 2022 de forma linear;

3 – Pagamento do trabalho em fins de semana com adicional, nos termos da última sentença normativa;

4 – Pagamento do vale-alimentação também nas férias;

5 – Liberação dos dirigentes sindicais;

6 – Manutenção das demais cláusulas da sentença normativa imediatamente anterior;

7 – Compromisso de não deflagração de nenhum dia de greve.

O TST estabeleceu o prazo de até segunda-feira, dia 29 de agosto, para os Correios responderem se concordam com a proposta. Já os trabalhadores terão até o dia 31 para responder sobre a proposta.

MOMENTO DECISIVO

O momento é decisivo. Depois de enrolar durante mais de dois meses, apresentar duas propostas desrespeitosas e ameaçar os trabalhadores e trabalhadoras com o vencimento do ACT, a gestão do Correios tenta tirar mais direitos dos ecetistas, de olho na privatização da empresa. Mesmo com lucros bilionários, a proposta apresentada na “mesa” de negociação foi abaixo da inflação. Isso sem falar na questão da PLR, que a empresa, apesar de seus altos lucros em 2021, não se dispõe a negociar com a representação dos trabalhadores.

A postura da empresa deve ser muito bem avaliada pela categoria, que vem construindo a greve em todas as regiões. Nesse sentido, e para dar respaldo legal à categoria, o SINTECT-RS já publicou edital informando sobre a greve (VEJA AQUI) e oficiou à empresa (VEJA AQUI).

REAJUSTE DIGNO E RESGATE DOS DIREITOS

Nesta negociação, a categoria buscava, entre outros itens, a reposição salarial de 100% do INPC e o resgate das cláusulas que representavam conquistas históricas da categoria. Para tanto, apresentou a pauta à empresa em tempo hábil para fechar as negociações até a data-base da categoria que é 1º de agosto. No entanto, desde o início a gestão do Correios fez de conta que negociava, criou todo tipo de dificuldade para o debate da pauta e sequer permitiu que ela fosse discutida ponto a ponto, como propôs a Fentect.

Além do pedido do pagamento de 100% do INPC, os trabalhadores dos Correios reivindicam mais R$ 300 linear a ser incorporados ao salário bruto; o aumento no tíquete refeição de R$ 41,95 para R$ 50,00, sem falar no resgate dos benefícios retirados na negociação e 2020, quando a empresa, com aval do TST, retirou 50 das 79 cláusulas do ACT que representavam direitos conquistados com muita luta, greves e até demissões de trabalhadores.

Os trabalhadores também estão indignados com a negativa da empresa em pagar a PLR 2022 (sobre o lucro de 2021, de R$ 3,7 bilhões) e com os critérios que a empresa quer impor para o pagamento da PLR 2022 (a ser paga em 2023) que, na prática, poderá deixar a maioria dos trabalhadores recebendo menos de 70% do valor da PLR.

Assim, se somar ainda a série de problemas enfrentados pelos trabalhadores no seu dia a dia, como sobrecarga de trabalho, assédio moral e outras questões impostas pela gestão bolsonarista no Correios, a conclusão é de que motivos não faltam para que todos participem da assembleia do dia 31. A resposta a ser dada à empresa e ao governo deve representar, de fato, a vontade da maioria. Estamos falando de nosso futuro, num momento extremamente delicado, quando a privatização do Correios ainda está colocada pelo governo Bolsonaro e frente a uma eleição geral que irá definir o presidente da República e a composição do Congresso e do Senado.

#NãoàprivatizaçãodosCorreios!

#ForaBolsonaro

#ForaFlorianoPeixoto

Assessoria de Comunicação

29/08/2022 15:44:33

Nara Soter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.