O SINTECT RS repudia veementemente as ações criminosas de terroristas que buscam Golpe de Estado!

O SINTECT RS repudia veementemente as ações criminosas de terroristas que buscam Golpe de Estado!

O SINTECT RS repudia veementemente as ações criminosas de terroristas que buscam Golpe de Estado!

O governo Bolsonaro, que fugiu do país antes de passar a faixa presidencial, deixou seus seguidores com vieses fascistas assanhados com a ideia de golpe. Apesar de Bolsonaro ter perdido a eleição, o bolsonarismo persiste e coloca em risco a democracia.

Ao longo de seus 4 anos de governo, verbalizou e incentivou atitudes antidemocráticas, pregando intervenção militar e o uso da força contra decisões de outros poderes que contrariassem a suas pretensões. Sem nenhuma base científica, organizou uma campanha de descrédito às urnas eletrônicas e, após sua derrota nas urnas, contrariando todos os entes nacionais e internacionais, incluindo o Exército, disse que houve fraude.

O Sindicato dos trabalhadores dos CORREIOS do Rio Grande do Sul entende que a defesa da democracia tem que ser incondicional e os trabalhadores precisam se colocar contra qualquer possibilidade de golpe.

Não aceitamos anistia! A prisão para Bolsonaro, dos financiadores e instigadores dos atos golpistas e de todos que invadiram os prédios dos 3 poderes, que agrediram jornalistas e servidores não pode ser adiado.

Nesse sentido, é de suma importância que todos os movimentos sociais, populares e Sindicais se posicionem sobre o papel criminoso das manifestações dos Bolsonarista radicais e debatam a importância da mobilização de classe trabalhadora, entre ela os ecetistas, para que haja uma reação organizada e conjunta contra as ações extremistas que estão ocorrendo no Congresso, STF, Planalto e assembleias legislativas dos estados, quartéis, avenidas e estradas.

Fica nítido para todos que houve alguma facilitação das forças, sejam estadual ou federal, tantos para os atos em frente aos quartéis e avenidas, quanto no dia da diplomação do governo Lula e também no domino (6), primeiro domingo do novo governo. Isso demonstra que é frágil depender das instituições, principalmente as ligadas à segurança pública, que,  ideologicamente e financeiramente foram cooptadas pelo Bolsonarismo, e por isso é imprescindível movimentar e mobilizar os trabalhadores em ações concretas.

Repudiamos todas as agressões aos repórteres e servidores do legislativo que tentaram impedir esses atos criminosos, assim como as ações de depredação dos prédios públicos, das obras de arte e arquivos históricos. Exigimos investigação, inclusive que o governador do Distrito Federal e demais responsáveis, sejam cassados.

O SINTECT-RS antes mesmo do Bolsonaro ser eleito gritou ELE NÃO, construiu e participou da luta pelo Fora Bolsonaro e agora grita: Fora o Bolsonarismo! Fora o Fascismo! Não ao golpe de Estado! Em defesa da Democracia! Prisão aos responsáveis!

SINTECT RS – Sindicato dos Trabalhadores dos CORREIOS do Rio Grande do Sul

Nara Soter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.