Ato na Sertório cobra manutenção do ambulatório

Ato na Sertório cobra manutenção do ambulatório

Um ato realizado pelo SINTECT-RS na manhã da terça-feira (14), em frente ao Complexo da Sertório, cobrou a manutenção do funcionamento do Ambulatório da Unidade, ameaçada de ser fechada pela gestão do Correios e da Postal Saúde. A atividade iniciou pouco depois das 6h e se estendeu até cerca de 14h e contou com importante participação da categoria. Houve atrasos na entrada e os trabalhadores também trataram de outras questões, como campanha salarial e PLR.

Durante o ato, os trabalhadores, com faixas, cartazes e falas no carro de som, denunciaram mais esta arbitrariedade da gestão do Correios, que desconsidera o cuidado com a saúde e a vida dos trabalhadores, e cobraram a manutenção do Ambulatório, fundamental para quem trabalha naquela unidade. A intenção do Correios é fechar sete ambulatório já a partir do próximo dia 7 de julho, principalmente argumentando a economia que farão com este fechamento.

Segundo o Secretário-Geral do SINTECT-RS, o ato foi mais um movimento contra o fechamento do Ambulatório, medida que está sendo buscada também em outras esferas, inclusive na Justiça.

Recentemente, a empresa foi obrigada, a partir de decisão judicial, a retomar o serviço de cinesioterapia, cancelado por ela sem qualquer justificativa razoável. Um serviço importante para uma categoria que tem vários trabalhadores e trabalhadoras com problemas de coluna, LER/DORT em função das atividades diárias.

Para os trabalhadores, o Ambulatório tem ainda mais importância. Inclusive há cerca de duas semanas um trabalhador se machucou gravemente no local e os primeiros socorros foram prestados pelas equipes que atuam no Ambulatório, o que permitiu o atendimento imediato, até a chegada do SAMU.

Segundo a direção do Sindicato, a gestão do Correios, na mesma linha do governo genocida de Bolsonaro, não tem qualquer preocupação com a integridade física, a saúde e a vida dos trabalhadores, conforme demonstrado na pandemia. Em nome de uma economia duvidosa, ataca um importante serviço que vem sendo prestado há anos e que tem se mostrado de grande utilidade.

No horário de almoço, o Sindicato ofereceu um “salchipão” aos trabalhadores/as que permaneceram na atividade.

CONFIRA IMAGENS DA ATIVIDADE

Assessoria de Comunicação

15/06/2022 09:18:09

Nara Soter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.