Direitos individuais e período eleitoral

Direitos individuais e período eleitoral

Dia 02 de julho entramos oficialmente no período eleitoral, no qual a gestão pública possui regramentos para evitar o uso da máquina pública em benefício ou ataque a candidatos. A lei visa, em última análise, proteger o direito do eleitor de não ser manipulado.

A empresa preparou alguns materiais nesse sentido, contudo incluiu informações sobre diretrizes que valem para todo o ano, focando nas redes sociais. Uma das consequências do sentido escolhido é nublar o direito das trabalhadoras e trabalhadores de exercer a sua livre expressão política.

O cerceamento da participação política é muito grave, vejam que em 2018 tivemos 28,73% votos nulos ou brancos. Nós queremos que todos os brasileiros participem do processo eleitoral, um dos momentos mais importantes de uma democracia – mas, não o único. Acreditamos que a livre expressão faz parte do fortalecimento da política como aspecto fundamental da vida em sociedade.

Então fora do teu horário de trabalho, como cidadão e não como representante do Correios, converse sobre política, tenha debates construtivos sobre as candidaturas federais e estaduais, sem medo de sofrer processo administrativo ou outra sanção dentro da empresa. Sugerir a não manifestação política como conduta ética de trabalhador é política! Tem lado, não se engane.

Assessoria de Comunicação

06/07/2022 14:48:10

Nara Soter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.