“Necessitam, merecem e têm direito”, diz deputado sobre vacina para os trabalhadores de Correios

Em reunião virtual com o SINTECT-RS na tarde da segunda (5), o deputado federal Pompeo de Mattos (PDT/RS) reiterou seu compromisso em defender a inclusão dos trabalhadores de Correios entre as categorias com prioridade para a vacina contra a Covid-19. O parlamentar é autor do Projeto de Lei (PL) 1014/2021, que amplia as categorias na lista de vacina do Plano Nacional de Imunização (PNI), da qual os ecetistas ficaram de fora.

Depois de agradecer a disposição do deputado em participar da audiência, os dirigentes fizeram alguns questionamentos sobre a proposta e, também, se o PL seria votado junto com o outro projeto que irá à votação na terça-feira (6), o PL 1011, bem como que mecanismos de pressão poderiam ser adotados para garantir a inclusão dos trabalhadores de Correios no PNI.  

Ao responder aos dirigentes, o deputado destacou que considera que na questão da pandemia, o governo vem errando muito. “Bolsonaro cometeu todos os equívocos que poderiam ser cometidos. Minimizou e desdenhou a pandemia. Além de desdenhar ele desmereceu quando não comprou a vacina ofertada ainda em 2020. Hoje a vacina está chegando a conta-gotas e nem 10% da população foi ainda vacinada. Perdemos para diversos países, esta é a realidade”, pontuou.

Em seguida, Pompeu esclareceu que o Projeto é uma forma de reformular uma fila (para vacina) que não precisava existir. “E esta fila precisa ser no mínimo justa. Os profissionais de saúde devem ser indiscutivelmente os primeiros. Em seguida os mais fragilizados no processo e em seguida temos que estabelecer critérios mais justos, para quem está expostos em função da sua atividade, e os trabalhadores do Correios é óbvio que sim, como não viram isso?” questionou.

Ele destacou que os trabalhadores de Correios estão indo de casa em casa, dando resposta a pandemia, as atividades de correspondência comerciais estão funcionando por isso, disse, incluiu estes trabalhadores na lista de prioridades. “Eu estou numa briga de convencimento, para ser o mais justo possível e, para ser justo, não podem faltar os trabalhadores de Correios”, acrescentou.

Pressão

Já quanto a forma de ajudar, o deputado frisou que é importante que os trabalhadores enviem email para os deputados. “É um jogo legítimo de pressão. Os trabalhadores não estão nas ruas porque querem, por isso necessitam, merecem e têm direito a ter prioridade na vacina”. Segundo ele, estes apelos, em sendo expressivos, ajudam muito para colocar o projeto em pauta.

Privatização

Aproveitando o encontro, os dirigentes questionaram o parlamentar sobre as propostas que tramitam no Congresso e que tratam da privatização do Correios, como o PL 591/2021 (do Poder Executivo), que dispõe sobre a organização e a manutenção do Sistema Nacional de Serviços Postais, e o PL 7488/2017, do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), que dispõe sobre os Serviços Postais, para extinguir o monopólio dessas atividades. Os dirigentes pediram o apoio do deputado à sua luta para barrar a privatização da empresa.

Sobre este tema, o parlamentar defendeu que, para ele, o momento é de debater unicamente a pandemia e encontrar formas de socorrer economicamente os cidadãos. Mas reconheceu que os projetos são verdadeiras “bombas relógios” armadas para explodirem a qualquer hora. Ele também ratificou que é radicalmente contra a privatização, especialmente quanto a empresas estruturantes para o país, como é o caso do banco do Brasil, Caixa, Eletrobrás, Petrobrás e Correios. “Não sou contra discutir algumas coisas, mas o que é a essência do país, como estas empresas, por exemplo, não tem como ser privatizadas”, definiu ele.

Neste sentido se colocou ao lado dos trabalhadores para lutar em defesa da empresa e disponibilizou um vídeo (VEJA AQUI) um vídeo parar ser veiculado junto à categoria com esses compromissos, bem como para participar de encontros e atividades que tenham a vacinação dos trabalhadores de Correios e a luta contra a privatização como pautas.

Assessoria de Comunicação

05/04/2021 18:20:38

 

Pin It on Pinterest