Ataques da empresa aos trabalhadores chega na alimentação

Os ataques da empresa aos trabalhadores não têm limites. Não satisfeitos em retirar quase todos os direitos dos trabalhadores na negociação deste ano, a empresa continua atacando o pouco que sobrou e encontrando formas de penalizar ainda mais os trabalhadores.

Neste mês de dezembro tem previsão de desconto no valor do benefício do Vale Alimentação/Refeição sem qualquer coisa que justifique este desconto. E isso, depois de já ter acabado com o Vale Peru, que era um benefício recebido há muitos anos.

Queremos explicações

Os trabalhadores querem saber do que se trata mais este ataque, agora na própria alimentação. É mais uma medida cruel da empresa para acabar de vez com a categoria, que tem enfrentado todo tido de desmando de uma turma que foi colocada no Correios pelo governo genocida de Bolsonaro e do privatista Paulo Guedes para acabar não só com a empresa, mas com os próprios trabalhadores.

Não por acaso o desconto nos tíquetes veio no mesmo momento do lançamento de um novo plano de demissão voluntaria. A atitude da gestão não passa de uma forma de mostrar a porta da rua para os trabalhadores.

O SINTECT-RS enviou ofício à empresa cobrando a regularização no pagamento dos tíquetes. Em meio a uma pandemia e no final de um ano que foi extremamente difícil, esta atitude da gestão é inadmissível.

Não podemos mais aceitar qualquer ataque ao que sobrou dos nossos direitos. Temos que estar unidos, com sindicatos fortes, para fazer frente a estes desmandos de quem está de passagem no Correios para destruir tudo que veem pela frente.

Assessoria de Comunicação

04/12/2020 19:32:08

Pin It on Pinterest