Em assembleia, trabalhadores do Correios decretam greve por tempo indeterminado no RS

Em assembleia presencial realizada na noite da segunda-feira (17), na Praça da Alfândega, em Porto Alegre, os trabalhadores e trabalhadoras de Correios no RS decidiram pela greve a partir das 22h do mesmo dia. Além das presenças na assembleia, que ocorreu observando todas as medidas de segurança conforme orientação dos órgãos de saúde, mais de 500 trabalhadores e trabalhadoras participaram e acompanharam pelo facebook do Sindicato.

A assembleia iniciou com os dirigentes do SINTECT-RS dando um relato sobre a proposta da empresa e a situação do acordo no STF. Segundo eles, a proposta da ECT é inaceitável e praticamente acaba com o Acordo Coletivo. Já quanto a votação no STF, alertaram que se trata de uma sentença normativa em relação a negociação de 2019 e trata da validade do acordo, se é até 2020 ou até 2021.

Mas, disseram eles, independente da votação no Supremo, a luta é pela manutenção das conquistas garantidas com muita luta e grandes greves, durante mais de 30 anos.

Também foi lembrado que com a pandemia, os serviços cresceram mais de 20% enquanto o número de trabalhadores diminuiu, isso além da carência de pessoal que já havia antes. Com isso, a empresa tem exigido trabalhos em sábados, domingos, sobrecarregando e expondo ainda mais os trabalhadores ao coronavírus. Apesar disso, de estarem levando a empresa nas costas e de ser considerado um serviço essencial, a categoria não tem o devido reconhecimento e tem que enfrentar um governo e uma gestão que querem acabar com os direitos para facilitar a privatização da empresa. “A greve é em defesa dos direitos, da vida e contra as privatizações”, destacaram.

Outro ponto assinalado é que a extinção de 70 cláusulas do Acordo tem um impacto ainda pior para a trabalhadora, já que acaba com diversos itens que dizem respeito a elas. 

Em relação a pandemia, foi denunciado que a empresa não preenche a CAT, não faz testagem, apesar dos trabalhadores estarem nas ruas, de porta em porta todo dia. “Não vamos recuar e vamos mostrar a força dos trabalhadores de Correios para que os direitos sejam mantidos, nossa vida preservada e a empresa continue como uma empresa pública, do povo brasileiro. Queremos a presença do Correios em todos os municípios brasileiros, entregando de porta em porta, e respeito pela população”, pontuaram. O Correios é o único serviço público presente em praticamente todas as cidades do país.

De fato, não se justifica o argumento de crise para destruir o Acordo. A empresa é auto sustentável e tem tido lucros sequenciais, inclusive dando retorno ao governo.

Além dos dirigentes, diversos trabalhadores presentes à assembleia se manifestaram no microfone, assim como os que estavam online, através de mensagens, de várias cidades do RS da base do SINTECT-RS, defendendo a greve. Os trabalhadores de Correios também receberam diversos apoios a sua luta de centrais sindicais, de outras entidades e de outras categorias.

Homenagem ao “Seu Éder”

Durante a assembleia, foi proposta uma homenagem ao “Seu Éder”, companheiro que faleceu recentemente. Ele era do grupo de anistiandos e estava sempre presente nos movimentos.

Encaminhamentos e agenda para a terça-feira (18)

Como encaminhamento foi definido que cada trabalhador presente à assembleia, mesmo que virtualmente, converse com os colegas, reitere os motivos da greve e convença todos a participarem. Será a unidade que garantirá a força necessária para resistir a mais este ataque do governo e dos gestores do Correios.

A agenda para a terça-feira, dia 18/08:

– 8h – Agitação e conversas com a categoria em frente aos locais de trabalho.

– 11h – concentração no prédio Sede (na Siqueira Campos) seguida de caminhada nas ruas centrais e assembleia em frente ao prédio antigo do Correios na Praça da Alfândega.

O Sindicato reitera a importância de que todos se protejam do coronavírus e que observem as recomendações dos órgãos de saúde, como distanciamento, uso do álcool em gel e máscaras.

CONFIRA AQUI COMO FOI A ASSEMBLEIA

FOTOS DA ASSEMBLEIA

Assessoria de Comunicação

17/08/2020 23:15:01

Pin It on Pinterest