ECT ignora recomendações e impõe aglomeração nos setores de trabalho

Desde que iniciou a pandemia e saíram as primeiras orientações de cuidados para combater a contaminação pelo coronavírus (Covid-19), o Sindicato vem cobrando da empresa que respeite as orientações dos órgãos de saúde. As medidas não são capricho. Elas são a garantia de saúde para os trabalhadores e seus familiares. Mas não é o que estamos vendo.

Todos os dias somos obrigados a denunciar o descaso e a irresponsabilidade da ECT com seus trabalhadores e com a população.

Em visitas que estão sendo feitas nos locais de trabalho, inclusive por orientação em audiência com o Ministério Público do Trabalho (MPT), o SINTECT-RS tem detectado situações de completo desrespeito às orientações dos órgãos da saúde.

Vítimas da aglomeração

É o caso, por exemplo, da situação dos trabalhadores e trabalhadoras remanescentes do CDD Zona Norte e CDD Santa Cecilia, que estão sendo alocados para completar o quadro de funcionários no CEE Jardim São Pedro, criando uma situação de aglomeração nesse CEE, expondo todos estes trabalhadores (os do próprio setor e os que estão sendo deslocados). A Empresa acha “normal” ter num mesmo setor, cerca de 50 pessoas sob o mesmo teto.

E sabe-se que a ECT tem como projeto espalhar tal aglomeração para o Estado do RS, em especial, para as unidades que concentram encomendas e objetos qualificados.

Como se não bastasse essa situação, que já é um absurdo, há relatos de que a empresa estará chamando os trabalhadores para prestarem serviços também no sábado, expondo cada vez mais as pessoas, quando o que deveria fazer era proteger a saúde dos ecetistas, paralisando 100% os serviços comerciais do Correios e colocando a empresa para atender exclusivamente situações relacionadas ao combate a pandemia.

O Sindicato continuará com as visitas, com as notificações à empresa e buscando nos órgãos competentes que tomem medidas efetivas contra os abusos do Correios.

Se no seu local de trabalho não estão sendo tomadas as medidas necessárias ao combate a pandemia de coronavírus, denuncie ao Sindicato.

Assessoria de Comunicação

01/04/2020 18:50:29

Pin It on Pinterest