Assembleia delibera pelo fortalecimento da greve e define agenda de luta

A assembleia de avaliação da greve realizada no dia 25 na sede do Sindicato, em Porto Alegre, deliberou pela continuidade e fortalecimento da greve que iniciou a zero hora do dia 21 de setembro em todo o Estado. Depois de fazerem uma avaliação do movimento, com relatos da direção do Sindicato e dos trabalhadores em relação as suas unidades, houve consenso de que a greve está forte não só no Estado, mas em todo o país, com 30 dos 31 sindicatos ligados a Fentect no movimento.

Durante a assembleia os trabalhadores também aprovaram uma Moção de Repúdio à Findect por desconstruir o movimento paredista acabando por auxiliar a empresa em suas tentativas de a tacar a categoria e retirar direitos históricos (veja o texto MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA A FINDECT).

Além da avaliação do movimento, os trabalhadores também definiram uma série de atividades para a semana, como:

Dia 26 de setembro – terça-feira

8h30 – Concentração em frente ao complexo do centro (CDD e CEE Centro e AC Siqueira Campos)

11h00 – Concentração no prédio Sede onde haverá almoço por volta do meio dia

Dia 27 de setembro – quarta-feira

13h00 – Assembleia de avaliação na igreja da Pompéia seguida de caminhada pelo centro, com distribuição de carta aberta até a esquina democrática a partir das 15h.

Piquete da Sertório

O Piquete é permanente e é fundamental que os trabalhadores compareçam ao local, especialmente à noite.

O SINTECT-RS reitera que é fundamental manter o movimento forte e ampliar ainda mais a participação dos trabalhadores. Esta greve é fundamental para garantir nossos direitos e até nossos empregos. Os sucessivos PDVs da empresa, os movimentos para a privatização  e agora o ataque aos direitos dos trabalhadores evidenciam a intenção clara do Correios de entregar a empresa para a iniciativa privada. Isso será o fim da nossa categoria e dos nossos empregos. E só os trabalhadores, lutando unidos em todo o país, inclusive com Rio e São Paulo é que poderão evitar que aconteça. Não se trata só de salários, mas dos nossos direitos e empregos.

Participe da greve, converse com seu colega que ainda não aderiu e vamos fortalecer ainda mais a nossa greve.

Assessoria de Comunicação

26/09/2017 10:47:00

Pin It on Pinterest