Chamado urgente da Federação reúne trabalhadores no XVIII CONSIN

Ameaças de demissão motivada; suspensão de férias e horas extras; fechamento de agências e falta de segurança; problemas com exame periódico; falta de funcionários; privatização; DDA; OAI; CDD Virtual, Reforma Trabalhista e Previdenciária são grandes preocupações da categoria, cada dia mais impostas pela ECT. Nas últimas semanas, os trabalhadores têm sido bombardeados por notícias preocupantes para a categoria. Por isso, a FENTECT convoca em caráter de urgência representantes dos sindicatos filiados em cada estado a participar do XVIII Conselho de Representantes, o CONSIN, dia 28 de março, a partir das 9 horas, em Brasília.
Suspensão das férias
Está na Constituição Federal de 1988, artigo 7º, inciso XVII, a garantia de férias anuais remuneradas aos trabalhadores do País. Isso, com pelo menos um terço a mais do que o salário normal. A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) também prevê no artigo 129: “todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da remuneração”. No entanto, a ECT, arbitrariamente, divulgou a suspensão das férias dos ecetistas no período de maio deste ano até o mês de abril de 2018. Mais uma vez, para alegar o déficit bilionário, a empresa retira dos empregados o que é acordado e garantido.
FENTECT denuncia!
Para a FENTECT, a ECT promove o desmonte e a dilapidação do patrimônio dos Correios para justificar a retirada de direitos pela crise financeira. Porém, enquanto isso, a empresa promove o lançamento do pós-emprego, repasse à União, distrato com o Banco do Brasil, os patrocínios, indicações partidárias, contratações de consultorias e demais gastos desnecessários que oneram os cofres da ECT.
A Federação também já está articulando denúncia junto ao Ministério Público Federal e aos demais órgãos federais a respeito do desmonte dos Correios e as afrontas ao direito dos trabalhadores.
Por que lutar?
Claramente, já há algum tempo, a empresa tem promovido estratégias para a abertura do capital dos Correios. Há, inclusive, boatos nas redes sociais sobre a suspensão do pagamento para quem trabalha aos sábados com o diferencial de 15%, estabelecido no Acordo Coletivo de Trabalho. A empresa alega que o contrato dos ecetistas prevê 44 horas semanais, ou seja, já incluso esse valor referente ao sétimo dia da semana. Outra grave decisão é pela cobrança de mensalidades no plano de saúde dos trabalhadores dos Correios já a partir do mês de abril, também pelos dependentes.
A Secretaria de Imprensa da FENTECT já entrou em contato com a assessoria de imprensa dos Correios para confirmar a veracidade dessas informações que estão sendo compartilhadas na internet.
XVIII CONSIN
É necessária a presença de todos no XVIII CONSIN. Evidentemente, a gestão dos Correios não se apresenta preocupada com o que vai acontecer aos próprios empregados, por isso, a união é fundamental. Os ecetistas serão os mais prejudicados e é preciso comunicar as bases. Uma grande atividade, em conjunto, será o maior respaldo contra os ataques da ECT.
Vale ressaltar que uma grande greve geral da categoria não está descartada.
Serviço
XVIII Conselho de Representantes – CONSIN
Data: 28 de março de 2017
Horário: a partir das 9 horas
Local: Laguna Plaza Hotel – Praça Central, Projeção 7, Núcleo Bandeirante – DF

Assessoria de Comunicação
C/Informações da FENTECT
22/03/2017 17:54:17

Pin It on Pinterest