Iniciativas do Sindicato para aplacar os ataques da ECT

A direção do Sintect-RS tem tomado diversas medidas e iniciativas para aplacar os ataques da ECT aos trabalhadores. Nos dias 24 foi realizada reunião da diretoria executiva com os diretores das subsedes e no dia 25 reuniu os delegados e ativistas em Porto Alegre e na subsede Passo Fundo. Nestes encontros foram tratados diversos temas de interesse dos trabalhadores e definidos alguns encaminhamentos.
Nos encontros a assessoria jurídica do Sindicato fez diversos esclarecimentos e respondeu a questionamentos sobre a suspensão das férias, fechamento das agências, cancelamento das vigilâncias nas ACs, cancelamento do atendimento da UNIMED no interior, privatização, entre outros problemas.
Suspensão das férias
Sobre a suspensão das férias, recentemente anunciada pela empresa, foi reiterada a necessidade de colher provas (recibo de férias, prejuízos e outros), para que cada caso seja analisado de forma a, se necessário, entrar na Justiça com ações individuais e analisar o que está sendo colocado pela Federação (veja matéria aqui).
Também foi feito análise da conjuntura e definida algumas medidas necessárias em relação aos ataques que vem sendo implementados contra o conjunto da classe trabalhadora, como reforma da previdência, reforma trabalhista e terceirizações, que atingem os trabalhadores dos Correios.
Fechamento de unidades
Quanto ao fechamento das ACs e CEEs, foi destacada a necessidade de que os trabalhadores denunciem nas Prefeituras, alertando que a medida terá impactos nos postos de trabalho e nos serviços prestados à população. Foi destacada a necessidade de marcar audiência pública nas Câmaras de Vereadores para tratar o tema e mostrar os prejuízos para a comunidade com o fechamentos das unidades.

Encaminhamentos
• Denunciar os deputados gaúchos que votaram a favor das terceirizações;
• Agitação na base e realização de assembleia geral;
• Divulgação de denúncias na mídia sobre a situação dos trabalhadores;
• Realização de reuniões setoriais;
• Mobilização em frente ao prédio sede com ato de rua no final da tarde;
• Defender e mobilizar para uma greve geral, entre outras.

Assessoria de Comunicação
29/03/2017 19:01:57

Pin It on Pinterest