SAIU NA IMPRENSA: Carteiros protestam pelo aumento no efetivo

A alta demanda de entregas aliada à falta de funcionários levou os funcionários dos correios de Viamão a protestarem por melhores condições de trabalho na manhã desta terça-feira (07). Conforme o secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect-RS), Yuri Aguiar, desde 2011, quando aconteceu o último concurso público para a contratação de funcionários, mais de 1.500 funcionários pediram demissão no Estado.

— Tem mais funcionários saindo do que sendo contratados. Devido a isso, é uma carga enorme de trabalho para os que ficam. Atualmente, em Viamão tem 23 rotas para serem feitas pelo CDD Viamão e, na última sexta-feira, tinham apenas oito funcionários. E esse número varia, chegando ao máximo a 15 pessoas. Mas é importante dizer que não estamos em greve, esta é apenas uma paralisação para chamar à atenção para a nossa situação — conta.

O reflexo da falta de pessoal pode ser vista através do acúmulo de cartas e encomendas que enchem as prateleiras do Centro de Distribuição Domiciliária (CDD-Viamão), que fica na RS-040, no Jardim Krahe.

Com os atrasos nas entregas, nesta terça-feira (7), uma fila de clientes se formou na entrada do local. Vídeos da situação foram postados por algumas pessoas que estavam lá nas redes sociais.

Os carteiros estenderam faixas de protesto e fizeram um churrasco para chamar a atenção da comunidade.

Filas se formaram em frente ao CDD Viamão nesta terça-feira (7)

Fonte: http://diariodeviamao.com.br/mobile/noticias/cotidiano/658_carteiros-protestam-pelo-aumento-no-efetivo

07/02/2017 21:06:22

 

Pin It on Pinterest