Trabalhadores aprovaram, por ampla maioria, prestação de contas de 2015/2016 do Sindicato

Os trabalhadores presentes a assembleia de prestação de contas realizada pelo SINTECT-RS no último dia 8 de julho aprovaram, por ampla maioria, a prestação de contas da entidade (gestão 2013/2016) relativa aos períodos de janeiro a dezembro de 2015 e de janeiro a maio de 2016.
No primeiro momento da assembleia, o contador que presta assessoria contábil ao Sindicato, Ronaldo Renck, apresentou as contas e deu explicações técnicas sobre a demonstração contábil e em seguida se colocou à disposição para esclarecimentos.
Em seguida, o representante do Conselho Fiscal leu os pareceres do Conselho com indicativo de aprovação das contas, frente às mesmas estarem de acordo com as normas que determinam os procedimentos em relação ao trato com as finanças do Sindicato. Houve apenas duas ressalvas em relação às subsedes de Santa Cruz do Sul e de Caxias do Sul, ambas também relativas às gestões anteriores. O Conselho considerou, ainda, que o atraso na prestação de contas não trouxe prejuízos à entidade. Em relação as subsedes, o atual Secretário-Geral, Yuri, destacou que já foram feitas negociações e parcelamentos dos valores para ressarcimento ao Sindicato.
Secretário-Geral durante o período a que as contas se refere, Vítor Hittmann, esclareceu o atraso e lembrou a importância do debate sobre as questões financeiras da entidades, que têm impacto direto nas lutas da categoria. “Nos três anos de mandato tivemos duas prestações de contas e esta terceira que atrasou por diversos motivos. Mas em nenhum momento faltou qualquer “centavo” para a luta da categoira”, afirmou ele.
Já a Secretária de Finanças da entidade entre 2013/2016, Patrícia, também destacou que o atraso de deveu a vários fatores e embates com a empresa e problemas do próprio Sindicato. “O Sindicato tem muitas despesas para manter a estrutura, seu funcionamento e investir nas lutas desenvolvidas e buscamos fazer o melhor dentro do prazo”, esclareceu ela, lembrando que o responsável pelas finanças é um dirigente como os demais e por isso também tem que atender a categoria.
Após as apresentações, os trabalhadores se inscreveram para falar, quando pediram alguns esclarecimentos e colocaram sua posição em relação às finanças do Sindicato, mas no final da assembleia aprovaram por ampla maioria a prestação de contas, assim como os encaminhamentos dados às questões das subsedes de SantaCruz do Sul e Caxias do Sul.
Nova assembleia dia 5 de agosto
Yuri informou que no próximo dia 5 de agosto será realizada uma nova assembleia para tratar das contas da entidade, quando serão realizados importantes debates, como a liberação de dirigentes já que hoje, 40% dos recursos da entidade são gastos com o salário dos liberados.
Outra questão diz respeito a redução de sindicalizados, reflexo dos mais de 374 desligamentos e o impacto disto na arrecadação do Sindicato. Segundo ele, é preciso pensar coletivamente formas de ver como encaminhar esta questão.
Desde já o Sindicato convoca os trabalhadores a comparecerem a assembleia do dia 5 de agosto e a debaterem coletivamente estas questões.
Assessoria de Comunicação
09/07/2017 21:26:24

X

Pin It on Pinterest

X
Share This