Questões sociais são tema do segundo dia de negociação

O Comando de Negociações da FENTECT e a ECT se reuniram na quarta-feira (20), na segunda reunião de negociação de acordo com calendário pré-estabelecidos para tratar das “Questões Sociais”, com foco nas cláusulas 03, 04, 05 do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

No encontro, a empresa apresentou os projetos que vêm sendo desenvolvidos e que  trabalham a inclusão, porém, a representação dos trabalhadores criticou a realidade machista e assediadora nas unidades.

Reforçou, ainda, a insatisfação em não ter entes dos sindicatos e da federação como parte da composição dos grupos de trabalhos dos Correios que tratam sobre a violência contra os empregados. Uma boa saída, de acordo com o Comando da categoria, é justamente a participação da representação dos empregados nas investigações e processos preliminares das denúncias. Ressaltou também a importância da ECT formar as mesas paritárias sobre o tema, previstas no atual ACT e solicitaram o reenvio de carta para compor as comissões.

Para valorizar a diversidade humana e respeitar as diferenças, as partes concordaram em fechar calendários para atividades de enfrentamento ao assédio, preconceito e o ao racismo, entre outros, com base no Calendário Nacional de Direitos Humanos.

Também, os representantes dos trabalhadores solicitaram mais transparência nas datas e locais para ações da estatal de luta pela prevenção e intervenção à prática de assédio sexual e moral nos Correios, com foco em todas as áreas da empresa, sem distinção.

Para os representantes do comando de negociação o assunto é delicado e exige muita responsabilidade na apuração e na busca por soluções. Não podemos deixar essa realidade acontecer em uma empresa que é tão importante para o Brasil e já tem sofrido bastante com a desvalorização dos trabalhadores e o sucateamento da sua estrutura.

FONTE: Fentect

21/06/2018 16:24:58

X

Pin It on Pinterest

X
Share This