Pauta Nacional de Reivindicações foi protocolada em Brasília

Foi protocolada, na segunda-feira (11), a Pauta Nacional de Reivindicações da categoria. O texto, construído no 13º CONTECT, em conjunto com todas as forças políticas e seus representantes, foi entregue ao presidente dos Correios, Carlos Fortner, no edifício sede da empresa. Na ocasião, parte do Comando de Negociações, que já está na capital federal, solicitou a antecipação do início da negociação para esta quinta-feira (14). O presidente ficou de dar retorno à FENTECT.

Durante o encontro de hoje, o presidente novato confessou não estar habituado ao processo das negociações. Também de acordo com Fortner, para atender as demandas dos trabalhadores será necessário aguardar o resultado do prejuízo da greve dos caminhoneiros que, segundo ele, pode chegar a R$ 150 milhões ou R$ 300 milhões.

O presidente também falou que, para ganhar mais, trabalhando menos, é necessário que a empresa tenha eficiência. Ele reforça a ideia do lucro, dizendo que é preciso turbina-lo e manter a solidez financeira dos Correios, já que o mercado é concorrencial.

Contudo, o secretário-geral da FENTECT, José Rivaldo da Silva, alertou sobre a possível greve e deixou claro para o presidente que a expectativa da categoria é pela manutenção dos direitos e o atendimento das demandas, já que, nos últimos anos, a empresa chega nas negociações já com o intuito de promover diversas retiradas.

Rivaldo também solicitou uma reunião antes da ECT começar a negociar com o comando, para discutir a organização das negociações. Esse debate será feito na quarta-feira (13), no período da tarde.

Com essa largada, a FENTECT ressalta que a vitória da categoria vai depender da participação dos próprios trabalhadores nas assembleias e todas as mobilizações durante a Campanha Salarial 2018/19.

FONTE: Fentect

13/06/2018 22:09:35

X

Pin It on Pinterest

X
Share This