Categoria diz não a proposta do TST e empresa chama reunião de negociação

A ECT recuou no adiamento das negociações da Campanha Salarial 2017/18 e marcou para a esta terça-feira, dia 12 de setembro, às 10h30, em Brasília, a primeira reunião com os representantes dos trabalhadores.

O agendamento veio depois de assembleias em todo o país terem rejeitado a proposta do TST e exigirem da empresa o início das negociações. No RS, a rejeição foi por unanimidade. Além da rejeição, os trabalhadores aprovaram carta a ser entregue à direção nacional da empresa, onde manifestam “total repúdio à intransigência da direção atual da ECT em não querer negociar com nosso comando de negociação”.

Relatam que “o movimento sindical dispendeu um enorme esforço para construir sua pauta de reivindicações a partir de nossos fóruns nacionais, assim como elegemos representantes para ser nossa voz na mesa de negociação” e pressionam pelo imediato início das negociações, mas que apesar de conhecer as reivindicações da categoria desde o dia 27 de julho e de a data-base 1º de agosto, somente dia 12 teremos a primeira reunião (veja a carta na íntegra Carta à direção nacional da ECT).

Esta será a primeira reunião, mas para a vitória nesta campanha salarial, a batalha será ainda mais dura, tendo em vista as ameaças da direção da empresa e do governo federal.

Assim, é fundamental a unidade dos trabalhadores e a participação nas assembleias e demais atividades.

Assessoria de Comunicação

10/09/2017 18:46:01

X

Pin It on Pinterest

X
Share This