Audiência pública debaterá ameaça de demissão de trabalhadores dos Correios

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) realiza nesta terça-feira, dia 6, audiência pública para debater a possibilidade de a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) demitir funcionários e reduzir sua rede de atendimento e de serviços em todo o país. A solicitação foi feita pelo senador Paulo Rocha (PT-PA). A audiência pode ser acompanhada pela internet no endereço http://bit.ly/audienciainterativa e www.senado.gov.br/ecidadania.

A justificativa da audiência é de que a ECT é uma das instituições com maior credibilidade no Brasil, com missão social definida na Constituição e com uma capilaridade de grande relevância para a integração nacional e o desenvolvimento regional. Mas sob o argumento de “equilibrar” as contas da instituição, o governo Temer e a atual diretoria da empresa não escondem a intenção de privatizar a empresa e quebrar o monopólio postal.

Preocupação

Há intensa angústia entre os trabalhadores com o desmonte da empresa, o Plano de demissão voluntária e outros problemas como o Plano de Saúde. A redução da rede de atendimento da empresa também irá  prejudicar os usuários dos serviços da instituição.

Foram convidados para participar da audiência pública, o presidente da ECT, Guilherme Campos Júnior e de entidades representantes dos trabalhadores, entre elas a Fentect.

A audiência pública será interativa e terá início às 14h30, no Plenário 13 da Ala Alexandre Costa.

Assessoria de Comunicação

05/06/2017 23:15:35

X

Pin It on Pinterest

X
Share This