Ataque de cão evidencia perigo do trabalho do(a) carteiro(a) nas ruas

Na quarta-feira (17), mais um colega sofreu agressão de cão. O carteiro estava na distribuição externa e a dona do cão saiu de casa e deixou o portão aberto e o cão atacou o carteiro. O animal tinha intenção de atingir o pescoço do carteiro que, ao defender-se, acabou com um corte profundo no antebraço e várias escoriações depois de literalmente “brigar” com o cachorro.

A situação evidenciou um claro descuido da dona do cão, o que não ameniza de forma alguma o acidente que colocou a vida do carteiro em risco.

Mesmo frente aos inúmeros casos de ataques de cães, uma situação que não é nova, a empresa trata a questão de forma negligente e não tem uma medida sequer para proteção do(a) carteiro(a). Não tem um só programa de conscientização da população para que esses acidentes  cessem. Pelo contrário, nos últimos anos o(a) carteiro(a) estão abandonados à própria sorte nas ruas e frequentemente são vítimas fáceis dos cães.

A chefia do CDD, a ECT deve intimar essa pessoa a não mais incorrer nesse tipo de prática e inquirir dela todo e qualquer gasto com o tratamento do carteiro.

Assessoria de comunicação

19/01/2017 00:26:38

Mordedura de cao 1 Mordedura de cao 3

X

Pin It on Pinterest

X
Share This