A greve continua

Nesta sexta, concentração na frente do prédio Sede às 10 horas. Às 12 horas, ato conjunto com os servidores públicos do RS no Largo Glênio Peres
Em relação a abusividade da greve decretada em liminar expedida pelo TST na quinta (28), a FENTECT informou que a Federação já está tomando, em caráter urgente, todas as medidas necessárias. Trata-se de uma cautelar, que é possível de ser revertida.
A ECT se âncora novamente no TST para tentar nos derrotar. Mas é porque nossa greve esta incomodando. Conseguimos puxar SP e Rio de Janeiro para a greve. Precisamos continuar. Nosso movimento já é vitorioso. Nos rebelamos contra as mais pesadas ameaças de todos os tempos. Fomos ousados e não somos poucos. Contrariamos até mesmo parte do movimento que achou que as coisas viriam pela boa vontade da ECT. A proposta de 3% em janeiro só veio devido a nossa paralisação. Nesse ano lutamos não por proposta “a” ou “b”, mas para que exista uma proposta e para que nossos direitos não sejam extintos.
A decisão de abusividade do TST é ruim, porém é do jogo e não se trata ainda de uma decisão final. Na greve de 2014 houve os mesmos movimentos por parte da empresa, mas a questão foi levada até o pleno do TST, que votou a abusividade e só então retornamos no dia seguinte com a campanha resolvida, mesmo que por dissídio coletivo.
O único objetivo da empresa, que vem arrastando a negociação e tentando de todas as formas desconstituir um direito legítimo dos trabalhadores de lutar em defesa de seus direitos, é fragilizar a nossa luta, que já atinge 34 sindicatos, ligados a duas federações. Isso demonstra o grau de insatisfação dos trabalhadores com as atuais condições de trabalho e com todos os ataques que vêm sofrendo ao longo dos últimos anos.
Aqui no RS o SINTECT-RS conclama os trabalhadores a fortalecerem ainda mais o movimento e não se deixar intimidar pela empresa que só quer acabar com os nossos direitos e privatizar a empresa e com um judiciário que já demonstrou, em sucessivas oportunidades, que está do lado da empresa e dos poderosos.
Cada vez mais fica evidente que será somente com unidade e participação de todos na greve que conseguiremos avançar em nossas reivindicações. Por isso, ao invés de nos fragilizar, as atitudes de intransigência e autoritarismo da empresa devem servir só para nos fortalecer e unir ainda mais.
Todos na concentração nesta sexta, às 10h
Neste encontro serão passados todos os informes e a últimas informações a respeito da greve e dos encaminhamentos que estão sendo tomados.
Reiteramos, também, que os diretores do Sindicato estão todos com as liberações suspensas e, portanto, estão nas mesmas condições que os demais trabalhadores de Correios,
Veja Nota da assessoria jurídica sobre a abusividade da grevea nota do jurídico da FENTECT sobre a decisão do TST
Assessoria de Comunicação
28/09/2017 19:01:45

X

Pin It on Pinterest

X
Share This