Página Inicial

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Porto Alegre,  

Baixe
NOTÍCIAS
 
[01/09/2015]

Informe nº 13 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016


Como acordado na semana passada o dia de hoje definimos por debater a cláusula 28 - Assistência Médica/Hospitalar e Odontológica e a cláusula 41 – Entrega Domiciliária.
Antes de iniciar o debate reivindiquei que houvesse a garantia de debate e exposição sobre as propostas de reestruturação iniciada pela ECT, assim como as consequências para os trabalhadores de base. Porém ficou em aberto este tema.
No debate sobre a cláusula 28 as notícias para nossa categoria não são nada boas. Finalmente o governo se pronunciou sobre suas propostas e do início ao fim existem ataques a nossos direitos. Logo no início do texto fica clara a intenção de fazer com que os Correios não tenham vínculo com nosso plano de saúde. Propõe substituir o texto “A ECT, na qualidade de gestora...” , para “A ECT oferecerá serviço...”
O governo finalmente mostra sua verdadeira face atacando o direito dos trabalhadores. Para isso acrescentou um caput dizendo: “Fica garantida a permanência no plano de SaúdeCorreios, registrado na Agência Nacional de Saúde sob o nº 41916-3, aos empregados ativos, admitidos até 31.08.2015, aos aposentados na ECT que permanecem na ativa, aos aposentados desligados sem justa causa ou a pedido e aos aposentados na ECT por invalidez, bem como a seus dependentes que atendam aos critérios estabelecidas nas normas que regulamentam o Plano de Saúde.” Isso confirma nossa denúncia de que querem atacar nossos direitos, iniciando pelos que ingressarem na empresa no próximo concurso, ferindo a isonomia entre os trabalhadores.
Para além disso o que existe por trás é impossibilitar os CorreiosSaúde como já existiu. A lógica é simples: os novatos ingressam na empresa, devido a sua idade, e ou não possuírem dependentes, contribuem para o plano sem que haja grandes gastos, servindo como subsídio para aqueles que possuem mais tempo de casa e possuem dependentes no plano e, por vezes, saúde mais debilitada. Com a medida de tirar os novos, inviabilizam a manutenção do CorreiosSaúde.
Justificam tal ataque por existir uma resolução normativa da ANS (Agência Nacional de Saúde), RN-254/2011, que “obriga” o governo a aplicar tal medida, caso não o façam devem desembolsar multa! Um verdadeiro absurdo! Pois uma resolução, assim como uma lei, serve para garantir um serviço mínimo, não existindo legislação alguma que impeça que tenhamos mais direitos e benefícios. E caso o CorreiosSaúde fosse contra a resolução, como dizem, proporiam o fim do plano imediatamente.
Seguindo, ressaltam que “Fica garantida a inclusão de novo cônjuge e filhos do titular no Plano de Saúde CorreiosSaúde.” não citando pai e mãe!
Assim como na cláusula atual, já deixam estabelecidos mecanismos de possíveis alterações em nossa assistência de saúde, dizendo “Eventual alteração no Plano de Saúde CorreiosSaúde será precedido de estudos atuariais por comissão paritária.”
A representação do governo propõe também extinção do último caput que disponibiliza o Postal Benefício Medicamento – PBM para os empregados ativos, afastados por doença, aposentados por invalidez e aposentados cadastrados no Plano CorreiosSaúde.
O Novo Plano de Saúde – Postal Mais Saúde
Dilma agora revela seu plano para nossa categoria. Para aqueles que ingressarem na ECT já está prevista cobrança de 6,20% da remuneração, ou seja, do salário bruto do trabalhador, para aqueles que não possuem dependentes e para aqueles que possuem dependentes 12,98%! Esses trabalhadores não poderão incluir pai e mãe nesta modalidade de plano. Além disso propõe que sejam compartilhados os custos com consultas em 50% pelo trabalhador e 50% pela Postal Saúde, seguindo recomendações do DEST vinculado ao governo federal. Consultas psiquiátricas que excederem 30 dias, 30% da internação será custeado pelo trabalhador, provavelmente tomaram tal iniciativa devido ao alto índice de afastamentos por doenças psiquiátricas devido às péssimas condições de trabalho que nossa categoria tem sido submetida.
O governo quer que assinemos esse ataque constando uma nova cláusula a 29 – Assistência Médico/Hospitalar Odontológica – Novo Plano de Saúde – Para os empregados admitidos a partir de 01.09.2015, a ECT ofertará novos Planos de Saúde, por intermédio da Postal Saúde.
Parágrafo único. A qualquer momento os, empregados e aposentados de que trata a cláusula 28, parágrafo 1º, poderão, formalmente, aderir aos Planos de que trata esta cláusula, sendo que essa adesão implicará em renúncia espontânea ao Plano anterior.
Este parágrafo escancara o que o governo quer para a saúde de nossa categoria, que todos paguemos, assim como os novos trabalhadores! Vão precarizar tanto nosso CorreiosSaúde, e fortalecerão somente a rede do Postal Mais Saúde, não deixando outra opção para os trabalhadores que já amargam uma verdadeira peregrinação em busca de assistência médica conveniada.
Diante de todas propostas ressaltamos nossa pauta e a manutenção de nossos direitos, o que inclui o fortalecimento da rede conveniada dos CorreiosSaúde.
Não podemos permitir mais este ataque à nossa categoria. Temos que garantir a isonomia entre o conjunto dos trabalhadores e o fortalecimento dos CorreiosSaúde. Não vamos permitir que Dilma enfie goela abaixo esse absurdo. Vamos aumentar a mobilização, esclarecer nossos colegas e denunciar os planos do governo.
Sobre a Cláusula 41 – Distribuição Domiciliária: a representação dos trabalhadores defendeu a entrega matutina ressaltando que deve ser feita somente uma saída para entrega, assim como a não obrigatoriedade da triagem por CEP. O fim da DDA e do CDD Virtual ataques que tem a função de diminuir o efetivo, fazendo com que os trabalhadores fiquem ainda mais sobrecarregados.
Denunciamos estes ataques que obrigarão trabalhadores a ir a municípios em um raio de 120 km, prejudicando sua saúde devido a pressão que estarão submetidos e a péssimas condições de trabalho.
Segundo relatos, com esses ataques, somente entre os atendentes, o governo pretende eliminar 593 vagas no país, economizando R$1.818.404,23 ao mês, prejudicando ainda mais os atendentes, submetidos a pressão e assédio moral constante. Para o RS pretendem passar de 1074, para 1028, reduzindo 46 vagas em um momento em que a categoria exige novas contratações depois do PDIA e a sobrecarga que afetam todas as unidades de trabalho.
Essa é a reestruturação que o governo Dilma e PT propõe para nossa empresa aplicar projeto de precarização em que todos os setores tenham que trabalhar dobrado para garantir taxas de lucro dava vez mais altas que só beneficiam os altos salários da direção de nossa empresa e do governo.
Brasília, 01 de setembro de 2015.
Yuri Monteiro Aguiar
Representante do Sintect/RS no Comando Nacional de Negociação




MAIS NOTÍCIAS

[01/09/2015] Informe nº 13 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[30/08/2015] Funcionários e clientes ficam mais de 3h sob a mira de assaltantes do TO
[28/08/2015] Carteiros protestam por contratação de novos funcionários
[27/08/2015] Informe nº 11 - Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[27/08/2015] Informe nº 12 - Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[26/08/2015] Precarização e falta de efetivo são pautas de Audiência Pública em Teutônia
[26/08/2015] Reestruturação avança com privatização e terceirização na ECT
[25/08/2015] Anistiandos do RS participam do Dia Nacional de Luta
[25/08/2015] Informe nº 10 - Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[23/08/2015] SINTECT-RS chama para ato em frente a prédio Sede, na terça, 25
[21/08/2015] ECT é condenada por cancelar transferência de operador após sua mudança com a família
[21/08/2015] Informe nº 9 - Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016.
[21/08/2015] Segurança de agência dos Correios é alvejado a tiros durante assalto no TO
[19/08/2015] Em súmula, TRT/AL equipara jornada de funcionários dos Correios à dos bancários
[19/08/2015] Informe nº 7 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[19/08/2015] Informe nº 8 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[18/08/2015] Conselho Deliberativo do SINTECT-RS reúne ativistas para organizar a campanha salarial e a atuação do Sindicato
[16/08/2015] Mulheres ecetistas debatem pautas de gênero em encontro Estadual
[13/08/2015] TRT mantém gratificação de função de trabalhador dos Correios do RS
[13/08/2015] Informe nº 6 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[11/08/2015] Pessoal responsável pela entrega de encomendas é o principal alvo dos criminosos
[10/08/2015] Reunião do Conselho Deliberativo neste domingo, dia 16
[09/08/2015] Informe nº5 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[09/08/2015] Trabalhadora garante direito a férias na Justiça
[09/08/2015] Informe nº 4 - Reunião entre os sindicatos ligados à Fentect e a Findect
[09/08/2015] PARTICIPE DO ENCONTRO ESTAUAL DE MULHERES DO SINTECT RS
[06/08/2015] Informe nº3 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[03/08/2015] Trabalhadores dos Correios se solidarizam aos servidores estaduais do RS
[03/08/2015] Informe nº2 – Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[03/08/2015] Servidores dos Correios suspendem entregas em bairros de Porto Alegre
[29/07/2015] Informe nº 01 do Representante do Comando Nacional de Negociação do ACT 2015/2016
[26/07/2015] ECT indenizará empregado baleado em assalto a banco postal no Ceará
[23/07/2015] ATENÇÃO TRABALHADORES APOSENTADOS POR INVALIDEZ
[21/07/2015] Ação de percurso
[19/07/2015] Dilma quer privatizar os Correios
Página 1 de 22
 |  1    |  2  |  3  |  4  |  5  |  6  |  7  |  8  |  9  |  10  |  11  |  12  |  13  |  14  |  15  |  16  |  17  |  18  |  19  |  20  |  21  |  22
Próxima
 
Clique Aqui

GALERIA DE FOTOS

Confira as últimas fotos.
Dia Nacional de Luta pela Anistia_25_08_2015
Dia Nacional de Luta pela Anistia_25_08_2015

videos


Mobilização dia 29_01_2015
Mais vídeos

Jurídico

Sugestão

Filiado à Fentect
Criado em maio de 2010
Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do RS © 2013
Av. Buarque de Macedo, 352. São Geraldo. Porto Alegre - RS. Cep: 90230-250
Fone: 51 3346.2133. Fax: 51 3346.5529  E-mail: sintect@portoweb.com.br

Tem 1 usuário online - Visitas hoje: 306
Total de visitas Desde 23/09/11: 401729

Desenvolvido Por
Zeus Soluções Web & Host